Cartao BNDES

Como o Cartão do BNDES pode ajudar no meu negócio?

O Cartão do BNDES pode ser uma boa opção dependendo do seu negócio.
Baseado no conceito de um cartão de crédito, ele visa financiar investimentos para os empresários individuais (inclusive os MEIs) e as Micro e Pequenas Empresas.

 As vantagens dele são:

– Taxa de juros atratativa

– Financiamento automático de 3 a 48 meses, com o pagamento em prestações fixas e iguais

– Limite de crédito pré-aprovado, concedido pelo banco emissor, de até R$ 1 milhão

– Taxa de juros (variação mensal, pode ser consultada no site BNDES)

– TAC no valor de até 2% do limite de crédito concedido ao portador do cartão

 

O que pode ser adquirido com o Cartão BDNES?

 

Bens novos, insumos e serviços autorizados, expostos no site www.cartaobndes.gov.br, que vão desde computadores até motos, caminhões e veículos*, incluindo:

• máquinas e equipamentos;

• embalagens;

• insumos para os setores de fabricação de móveis, têxtil e de confecção, de embalagens, coureiro-calçadista e de rochas ornamentais;

• insumos agropecuários;

• peças para veículos, embarcações, aeronaves, motocicletas, quadriciclos e triciclos;

• pneus para veículos, aeronaves e motocicletas de até 300 cilindradas;

• laminados de aço e de outros metais não-ferrosos, resinas e laminados plásticos, farinha de trigo para panificação e papel para impressão de livros;

• partes, peças e componentes utilizados na industrialização, manutenção e modernização de bens de capital e equipamentos de informática e automação industrial;

• materiais para a construção civil;

• serviços associados à comercialização dos itens financiados por meio do Cartão BNDES, tais como frete, instalação e treinamento, cuja execução se dê única e inequivocamente em decorrência da aquisição de tais itens por meio do cartão, com o objetivo de viabilizar a execução física da transação comercial e garantir o correto funcionamento e uso do item adquirido;

• serviços de editoração de livros, nos formatos impresso e digital, bem como a impressão de livros;

• serviços audiovisuais, tais como: gravação de voz, criação e produção de trilha sonora, pós-produção de áudio, criação de efeitos visuais, tratamento de imagem e autoração de DCP (Digital Cinema Package);

• fabricação de CD e DVD gravados, de produção nacional;

• serviços de avaliação de conformidade (calibração, certificações, ensaios laboratoriais) prestados por entidades acreditadas pelo Inmetro ou por outras instituições federais;

• serviços de acreditação, no caso de hospitais e demais instituições de saúde, desde que prestados segundo os padrões reconhecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS);

• serviços de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) e extensão tecnológica, contratados junto a Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) reconhecidas;

• diagnóstico de eficiência energética;

• serviços de pedido de registro de propriedade intelectual junto ao INPI;

• serviços de design, ergonomia e modelagem de produto e embalagem;

• serviços de desenvolvimento de softwares sob encomenda, de websites corporativos e de lojas virtuais;

• serviços de avaliação da qualidade de software; e

• cursos voltados ao eixo tecnológico “hospitalidade e lazer”, incluindo os de idiomas inglês e espanhol.

*Obs.: Motos, caminhões e outros veículos somente poderão ser adquiridos quando for para fazer parte da logística operacional da empresa beneficiária. Empresas do segmento de comércio de motos, veículos e autopeças não estão autorizadas a comprar esses veículos com o Cartão BNDES.

E quem pode ter o Cartão BDNES?

– Os empresários individuais, incluindo os MEIs, e as empresas de micro, pequeno e médio portes NACIONAIS

– Empresas com faturamento de até R$ 300 milhões, sediadas no País

– Com controle e maioria do capital votante nacionais

– Que exerçam atividade econômica compatível com as Políticas Operacionais e de Crédito do BNDES, e que estejam em dia com a seguinte documentação:

1- Certidão Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CND) ou Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CPEND), expedida conjuntamente pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) (www.receita.fazenda.gov.br).

2- Certificado de Regularidade do FGTS (www.caixa.gov.br).

3- Comprovação de Regularidade quanto à entrega da RAIS.

4- Declaração na qual atestem, em síntese, que estão com a sua situação regularizada perante os órgãos públicos e a legislação pertinentes, conforme modelo disponível no menu “Regras” do site do Cartão BNDES

 

E como fornecedor? Ou seja, um fabricante ou distribuidor?

Sua empresa também pode ser um fornecedor para que as empresas comprem com o cartão BDNES de você. Veja abaixo quem pode solicitar o credenciamento como forncedor.

– Empresas de qualquer porte
– Fabricantes produtores de bens e insumos no País, de setores autorizados no BNDES, necessários as atividades da micro, pequena e médias empresas

Exemplos de atividades

– Empresas produtos de gôndolas e pratileiras
– Estruturas metálicas
– Materiais para construção civil
– Equipamentos de armazenagem
– Refrigeração e automoção industrial
– Fornecedores de laminados, metálicos e plásticos
– Prototipagem e outros serviçso tecnológicos
-Instituições de ensino, empresas especializadas e escolas de idiomas que prestam cursos voltados ao eixo tecnológico “hospitalidade e lazer” e de inglês e espanhol.
-Entidades que prestam serviços de avaliação de conformidade, desde que acreditadas pelo Inmetro.
-Entidades que prestam serviços de acreditação, no caso de hospitais e demais instituições de saúde, desde que prestados segundo os padrões de acreditação reconhecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar.
-Escritórios que prestam serviços de design, ergonomia e modelagem de produto e embalagem, desde que atendam aos critérios de tempo de constituição, CNAE específico e experiência anterior exigidos pelo BNDES.

No portal do cartão do BNDES, é possível consultar todas as categorias de produtos.
Link: https://www.cartaobndes.gov.br/cartaobndes/PaginasCartao/Catalogo.asp?Acao=AC&CTRL=

Além disso a empresa tem quer ser:


-Fabricantes de bens novos e com índice de nacionalização de, no mínimo, 60% em valor e peso (excepcionalmente, até 02/12/2018, poderão ser aceitos itens com índice mínimo de nacionalização em valor de 50%, desde que o índice em peso permaneça, no mínimo, em 60%), e de insumos de setores autorizados pelo BNDES*, incluindo embalagens prontas, além de peças, partes e componentes nacionais utilizados na industrialização, modernização e manutenção de máquinas e equipamentos credenciáveis no site do Cartão BNDES, e equipamentos de informática e automação industrial.

 

Empresas de comércio varejista/atacadista também podem ser fornecedoras do Cartão BNDES, desde que indicadas por fabricante(s) já credenciado(s) no site.

 
Gostou do nosso post? Deixe seu comentário e siga-nos nas redes sociais.
Assim sempre receberá dicas para contribuir para o sucesso do seu negócio.

Recomendado só para você!
O que é capital social? Muitos empreendedores tem essa dúvida…
Open chat