Condomínio precisa abrir conta no banco?

Como funciona uma conta bancária para condomínio

Saiba tudo sobre a conta bancária para condomínio. Quais as vantagens.

A conta bancária para condomínio é uma opção muito popular entre os administradores de imóveis em regime de propriedade horizontal, de forma a dar cumprimento legal à exigência de constituição de um fundo de reserva para realização de obras nas partes comuns dos prédios.

A oferta por parte das entidades bancárias de contas bancárias para condomínio é muito variada. Saiba tudo sobre a conta bancária para condomínio.

O QUE É E COMO FUNCIONA A CONTA BANCÁRIA PARA CONDOMÍNIO

Uma conta bancária para condomínio é uma conta de depósito a prazo, que necessita de prévia aprovação da assembléia de condomínios para a sua criação, constituída pelos administradores de imóveis em regime de propriedade horizontal, com uma duração mínima de um ano. É muitas vezes usada para colmatar a imposição legal de constituição de um fundo comum de reserva, ou seja, os condomínios fazem entregas de determinado valor e periodicidade, fixadas pelo banco, e esse valor destina-se à realização de obras (manutenção ou melhoramentos, por exemplo) nas partes comuns dos prédios.

COMO ABRIR?

Como referido, embora seja uma conta direcionada para administradores de prédios, para abrir uma conta bancária para condomínio é necessária a aprovação da assembleia de condomínios.

Os documentos solicitados pelos bancos para abrir uma conta bancária para condomínio podem variar consoante a entidade, mas geralmente são:

  • Apresentar o regulamento do condomínio devidamente registrado
  •  CNPJ
  • a ata assinada que comprova a eleição do síndico
  • os documentos pessoais dos responsáveis pela conta.

VANTAGENS DA CONTA BANCÁRIA PARA CONDOMÍNIO

  • Protege o dinheiro do condomínio contra roubos, mediante restrições legais associadas à conta;
  • Melhor controle do contas a pagar e a receber
  • Dependendo do banco, pode obter descontos em contratações de seguros ou outros serviços
  • Agilidade e comodidade para realizar pagamentos e recebimentos
  • Como limita ao administrador do prédio ou a um condomínio, quando mandatado pela respetiva assembléia, as movimentações da conta, a gestão do dinheiro comum torna-se mais transparente;
  • Com as contas poupança condomínio é dada maior facilidade para contrair financiamento para o condomínio;
  • Muitas vezes, são contas isentas de despesas de manutenção. No entanto, normalmente isso implica ter um saldo médio mínimo ou um patrimônio financeiro associado (depósito a prazo, por exemplo).

Fonte: e-konomista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado só para você!
O tão esperado e controverso calendário de saques do FGTS…